Pare de Sentir Pena se Quiser Alcançar Uma Vida Melhor

Pare de Sentir Pena se Quiser Alcançar Uma Vida Melhor

Não deixe suas lutas se tornarem sua identidade

Às vezes, a vida simplesmente não vai como você planejou. Quantas vezes você já ouviu isso antes? Mas pense nisto. Ninguém tem uma vida perfeita. Não importa quem você seja, vai sentir dor, desgosto e tristeza ao longo de sua vida.

Talvez esteja preso em seus próprios pensamentos e não possa escapar das paredes que estão a desabar, lentamente, dentro de sua mente. Talvez apenas se sinta azarado e pareça que todos no mundo estão contra você. Ou talvez tenha passado por uma experiência traumática que parece quase impossível se livrar dela.

Seja o que for não há problema em se sentir mal. Em um ponto ou outro, todos nós experimentamos esses sentimentos. Pelo menos eu sei que sim. E para ser totalmente honesto, eu experimento-os com bastante regularidade. Mas pergunte-se de que adianta sentir pena de si mesmo?

Veja, é fácil sentirmos pena de nós mesmos, porque então não temos que admitir que cometemos um erro. Não precisamos nos responsabilizar pelos erros que cometemos. Em vez de assumir a responsabilidade pelos erros que cometemos, tentamos colocar a culpa em algo ou outra pessoa.

Podemos pensar que nossa sorte está fadada a mudar em breve e que, se fizermos com que os outros sintam pena de nós, podemos até receber a simpatia que tanto ansiamos. Mas, novamente, pergunte-se de que adiantaria sentir pena de si mesmo?

A verdade é que o mundo não vai sentir pena de você. Milhões, na verdade, bilhões de outras pessoas neste mundo estão muito piores do que você. Há pessoas que caminham 20 quilômetros para pegar água. Existem pessoas que nascem na pobreza extrema e nunca souberam o que é ter o estômago cheio. E há pessoas que morrem diariamente devido a várias doenças e desnutrição. Você provavelmente não quer pensar sobre isso, não é? Mas é a verdade.

Receber gritos de seu chefe no trabalho não parece tão ruim agora, não é? Talvez você até pense duas vezes antes de permitir que uma coisa qualquer e pequena que acontecer estrague o seu dia inteiro. 

Não estou dizendo que essas coisas não sejam uma droga , mas não vai lhe fazer nenhum bem sentir pena de si mesmo. Isso não vai mudar o resultado do que aconteceu e, definitivamente, não vai fazer você se sentir melhor. Claro, talvez no momento isso possa lhe dar alguma sensação de conforto. Mas depois de alguns minutos, você simplesmente vai voltar aos seus caminhos negativos.

Alguns costumam gastar muito tempo e energia sentindo pena de deles mesmos, simplesmente porque queria que os outros simpatizassem com eles. Eles queriam toda a atenção que nós, como humanos, ansiamos. Bom ou mal. Mas a única coisa que isso faz é impedir-lhe de concentrar-se nas coisas que importam. Isso torna-lhe cego de ver a beleza da vida. E acredite em mim, há tantas coisas boas para se ver.

Você pode escolher continuar sentindo pena de si mesmo, mas você e eu sabemos que isso não vai tornar sua vida melhor. Quanto mais emoções negativas permitir em sua mente, mais suas ações irão refletir essas emoções negativas e mais infeliz sentir-se-á. Antes que você perceba e aceite isso, não será capaz de encontrar qualquer felicidade ou alegria na vida.

Não vale a pena sentir pena de si mesmo. Em vez disso, seja grato pelo que você tem. Aprecie o incrível presente da vida que está vivendo e tire o máximo proveito de cada oportunidade que tem à sua frente. Acredite ou não, todos nós temos uma vida muito boa pela frente.

Você tem a capacidade de realizar qualquer coisa e a oportunidade de ser tudo o que deseja na vida. Portanto, seja positivo, trabalhe duro e acredite em si mesmo. Esta é a sua única vida para viver, então aproveite ao máximo.

Partilhe nosso conteudo

Sobre o Autor

Aconchego Conselheiro

Aconchego Conselheiro é uma plataforma segura e de fácil acesso concebida exclusivamente para promoção do bem-estar das pessoas, igualdade de género, e para eradicar a exclusão social, pobreza, injustiça e discriminação contribuindo para o equilíbrio e justeza das sociedades.